CTTE

TÉCNICA DE TIRO VISADO

TÉCNICA DE TIRO VISADO

TIRO VISADO

            O Tiro visado é uma técnica de tiro tático policial, que consiste em atirar somente através a massa da arma. É uma técnica que obrigatoriamente deve ser dominada por todo e qualquer agente de segurança pública.  

            Como já falamos em artigos anteriores, entendemos que o aprendizado do tiro divide-se em três fazes: Tiro de Pontaria (TP), Tiro Visado (TV) e Tiro Instintivo ou Intuitivo (TI). O TP é aquele em que o atirador, através de seu olho diretor busca o alinhamento do aparelho de pontaria com o alvo. Já no TV o atirador, com os dois olhos abertos busca direcionar somente a massa da arma  ao alvo e efetuar o disparo. Trata-se de um tiro de agrupamento e não de precisão. E por fim, o TI é conhecido como o tiro do Cawboy, pois neste o atirador apenas direciona o cano para o alvo e efetua o disparo. Este também é um tiro de agrupamento e não de precisão.

            Mas a finalidade deste artigo é descrevermos a forma de execução do tiro visado. A Técnica de execução do Tiro Visado foi  desenvolvida pelo Coronel aposentado da Marinha, John Dean Cooper, sempre conhecido como Jeff  Cooper, no final da decada de 50. A técnica é chamada de imagem de visão "flash" porque a cognição é mais capaz de realizar essa função quando o alvo e a visão da massa são apresentados rapidamente, como uma única imagem, em um "flash", como se o atirador tivesse vendo a ameaça surgindo bem próximo. A visão do atirador pode "ver" a alça em alinhamento com o alvo. Isso é suficiente para a cognição fazer um alinhamento. As funções cognitivas do cérebro alinham objetos na mão com objetos distantes em grande velocidade. Esta capacidade de cognição humana pode ser usada para alinhar a pistola com o alvo. Cooper descobriu essa habilidade específica e nomeou o "Flash Sight Picture".

            Em outras palavras o Tiro Visado ou Tiro de Flash é o ideal para confrontos aproximados em até 10 metros. Como estatística universal temos a informação de que os tiroteios policiais nunca se dão a mais de 10m e nunca duram mais do que três segundos. Consequentemente podemos tirar a conclusão de que vencerá o combate quem atirar mais rápido e mais preciso. Esta é uma das razões porque o tiro tático policial caracteriza-se pela velocidade e precisão. Com isso concluímos que o domínio do TV é de suma importância para o policial, pois este lhe dará a vantagem durante o confronto.

            O TV caracteriza-se por ser realizado com os dois olhos abertos. Muitos atiradores tem dificuldade de executar o tiro, com os dois olhos abertos, pois acabam por perceber o estrabismo, ou a duplicidade de alvo, ou de cano. Isso ocorre porque eles usam como foco central o aparelho de pontaria tentando levá-lo em direção o alvo. Ai esta o grande erro.

            Para realizar com habilidade o TV, se faz necessário usar a visão, em foco central e a visão periférica. Inicialmente fixe a visão central diretamente no alvo trazendo a arma da posição de pronto, para a linha dos olhos. Imediatamente o atirador perceberá a arma entrar no raio de sua visão periférica inferior e, quando esta chegar no alinhamento com o alvo basta por em pratica os demais fundamentos (empunhadura perfeita e esmagamento do gatilho). Quando a arma estiver na linha dos olhos, sua percepção mental fará instintivamente o alinhamento entre massa e alvo e este será o momento certo de disparar.   

            Como todas as técnicas que envolvem movimentos de motricidade fina, esta não é diferente. Para que nosso cérebro a assimile de forma instintiva requer muito treino e repetição. Treine e verá que é mais fácil do que aparenta. Procure fazer este tiro com a maior velocidade possível, treine de forma estática e em movimento.

            Isso vai salvar tua vida lá fora.   

 

Autor: Marcos Vinicius Souza de Souza. Policial Civil/RS - Instrutor de Tiro Policial.





TOP