CTTE

OVELHAS, LOBOS E CÃES PASTORES

OVELHAS, LOBOS E CÃES PASTORES

Ovelhas, Lobos, e Cães Pastores
Pelo Ten Cel Dave Grossman

A maioria das pessoas em nossa sociedade são ovelhas. Eles são amáveis e gentis, criaturas produtivas que só podem ferir um ao outro por acidente. Isso é verdade. Lembre-se, a taxa de homicídios é de seis por 100.000 por ano, e a taxa de ataques graves é de quatro por mil por ano. O que isto significa é que a grande maioria dos americanos não estão inclinados a machucar um ao outro.
Podemos muito bem estar nos momentos mais violentos da história, mas a violência ainda é extremamente rara. Isso ocorre porque a maioria dos cidadãos são amáveis, pessoas decentes que não são capazes de ferir uns aos outros, exceto por acidente ou sob provocação extrema. Eles são ovelhas.

Depois, há os lobos e os lobos alimentam-se das ovelhas sem perdão. Você acredita que há lobos lá fora que irão alimentar-se do rebanho sem misericórdia? É melhor acreditar. Há homens mal neste mundo e eles são capazes de más ações. O momento que você se esquece disso ou fingir que isso não é assim, você se torna uma ovelha. Não há segurança na negação.

Depois, há os cães pastores e eu sou um cão pastor. Eu vivo para proteger o rebanho e confrontar o lobo. Ou, como diz o símbolo de uma agência de aplicação da lei da Califórnia: Nós intimidamos aqueles que intimidam os outros.
Se você não tem capacidade para a violência, então você é um cidadão saudável e produtivo: uma ovelha. Se você tem uma capacidade para a violência e não tem empatia por seus concidadãos, então você é um sociopata agressivo - um lobo. Mas e se você tem capacidade para a violência e um profundo amor por seus concidadãos? Então você é um cão pastor, um guerreiro, alguém que está trilhando o caminho do herói. Alguém que pode entrar no coração das trevas, dentro da fobia humana universal, e sair ileso.

Nós sabemos que as ovelhas vivem em negação, que é o que as torna ovelhas. Elas não querem acreditar que existe o mal no mundo. Elas podem aceitar o fato de que os incêndios podem acontecer, e é por isso que eles querem extintores de incêndio, borrifadores contra incêndio, alarmes de incêndio e saídas de incêndio em toda as escolas de seus filhos. Mas muitos deles estão indignados com a ideia de colocar um policial armado na escola de seus filhos. Nossos filhos são milhares de vezes mais propensos a serem mortos ou gravemente feridos por violência escolar do que por fogo, mas a única resposta da ovelha para a possibilidade de violência é a negação. A ideia de que alguém venha a matar ou prejudicar o seu filho é muito difícil, e por isso eles escolheram o caminho da negação.

As ovelhas geralmente não gostam do cão pastor. Ele se parece muito com o lobo. Ele tem dentes afiados e a capacidade para a violência. A diferença, porém, é que o cão pastor não deve, não pode e não irá nunca machucar as ovelhas. Qualquer cão pastor que prejudica intencionalmente a mais humilde ovelhinha será punido e removido. O mundo não pode funcionar de outra maneira, pelo menos não em uma democracia representativa ou uma república como a nossa.

Ainda assim, o cão pastor perturba as ovelhas. Ele é um lembrete constante de que há lobos na terra. Elas preferem que ele não lhes diga para onde ir, ou dê-lhes multas de trânsito, ou fique de prontidão nos aeroportos, em uniforme de camuflagem, segurando um M-16. As ovelhas ficariam muito melhores se o cão pastor vendesse seus dentes, espargisse tinta branca em si mesmo, e andasse "Bee". Até o lobo aparecer. Então, o rebanho inteiro tenta desesperadamente esconder-se atrás de um único cão.
Os estudantes, as vítimas, na Escola de Ensino Médio Columbine eram grandes, estudantes do ensino médio robustos, e em circunstâncias normais, não teriam tido um momento do dia para um policial. Eles não eram jovens maus; eles simplesmente não tinham nada a dizer a um policial. Quando a escola estava sob ataque, no entanto, e equipes da SWAT estavam vasculhando as salas e corredores, os oficiais tinham que fisicamente se desvencilhar de jovens soluçantes que se agarravam neles. É assim que as ovelhinhas se sentem sobre o seu cão pastor quando o lobo está na porta.


Olhe o que aconteceu após 11 de setembro de 2001, quando o lobo bateu forte na porta. Lembre-se como a América, mais do que nunca, sentiu-se diferente sobre as suas forças policiais e militares? Lembre-se de quantas vezes você ouviu a palavra herói?

Entenda que não há nada moralmente superior em ser um cão pastor; é apenas o que você escolhe ser. Também entendo que um cão pastor é um bicho engraçado: Ele está sempre farejando o perímetro, verificando a brisa, latindo para coisas que vão passando à noite, e ansiando por uma batalha. Ou seja, os cães pastores jovens anseiam por uma batalha. Os antigos cães pastores são um pouco mais velhos e sábios, mas eles se movem ao som das armas, quando necessário, à direita e junto com os jovens.
Aqui está como as ovelhas e os cães pastores pensam de forma diferente. As ovelhas fingem que o lobo nunca virá, mas o cão vive para esse dia. Após os atentados de 11 de setembro de 2001, a maior parte das ovelhas, isto é, a maioria dos cidadãos na América disse: "Graças a Deus eu não estava em um desses aviões." Os cães pastores, os guerreiros, disseram: "Querido Deus, eu desejava que eu pudesse ter estado em um desses aviões. Talvez eu pudesse ter feito a diferença." Quando você está verdadeiramente transformado em um guerreiro e tem realmente investido em si mesmo o capuz do guerreiro, você quer estar lá. Você quer ser capaz de fazer a diferença.
Não há nada moralmente superior sobre o cão pastor, o guerreiro, mas ele tem uma vantagem real. Apenas uma. E isso é o que faz ele sobreviver e prosperar em um ambiente que destrói 98 por cento da população.
Havia uma pesquisa realizada há poucos anos atrás com indivíduos condenados por crimes violentos. Estes condenados estavam na prisão por crimes graves, crimes de violência predatória: assaltos, assassinatos e matar policiais. A grande maioria disse que eles especificamente escolhiam as vítimas alvejadas por linguagem corporal: Caminhada curvada, comportamento passivo e falta de atenção. Eles escolhiam suas vítimas como os grandes felinos fazem na África, quando eles selecionam um fora do rebanho que é menos capaz de proteger-se.
Algumas pessoas podem ser destinadas a ser ovelhas e outros poderão ser geneticamente preparados para ser lobos ou cães pastores. Mas eu acredito que a maioria das pessoas pode escolher qual deles ela quer ser, e eu estou orgulhoso de dizer que mais e mais americanos estão escolhendo se tornar cães pastores.

Sete meses após o ataque de 11 de setembro de 2001, Todd Beamer foi homenageado em sua cidade natal, Cranbury, New Jersey. Todd, como vocês se lembram, era o homem no vôo 93 sobre a Pensilvânia que chamou em seu telefone celular para alertar um operador da United Airlines sobre o sequestro. Quando soube dos outros três aviões de passageiros que haviam sido usados como armas, Todd largou o telefone e pronunciou as palavras: "Deixa rolar", que as autoridades acreditam que foi um sinal para os outros passageiros para confrontar os sequestradores terroristas. Em uma hora, uma transformação ocorreu entre os passageiros - atletas, empresários e pais. - De ovelhas para cães pastores e juntos eles combateram os lobos, salvando um número desconhecido de vidas na terra.


Não há segurança para os homens honestos exceto por acreditar em todo o mal possível dos homens maus. - Edmund Burke

Aqui está o ponto que eu gostaria de enfatizar, especialmente para os milhares de policiais e soldados com quem eu falo a cada ano. Na natureza as ovelhas, as ovelhas de verdade, nascem como ovelhas. Cães pastores nascem assim, e também os lobos. Eles não têm uma escolha. Mas você não é um bicho. Como um ser humano, você pode ser o que você quiser ser. É uma decisão moral, consciente.
Se você quer ser uma ovelha, então você pode ser uma ovelha e tudo bem, mas você deve entender o preço que você paga. Quando o lobo vem, você e seus entes queridos vão morrer se não houver um cão pastor lá para protegê-lo. Se você quer ser um lobo, você pode ser um, mas os cães pastores vão caçá-lo e você nunca vai ter descanso, segurança, confiança ou amor. Mas se você quiser ser um cão pastor e caminhar o caminho do guerreiro, então você deve tomar uma decisão consciente e moral a cada dia para se dedicar, equipar-se e preparar-se para prosperar nesse momento tóxico, corrosivo, quando o lobo vem bater à porta.


Esse negócio de ser uma ovelha ou um cão pastor não é um sim-não dicotômico. Não é um tudo-ou-nada, uma escolha ou-ou. É uma questão de graus, uma continuidade. Em uma extremidade é uma abjeta, ovelha-com-a-cabeça-na areia e na outra é o último guerreiro. Poucas pessoas existem completamente em uma extremidade ou outra. A maioria de nós vive em algum lugar no meio.
Desde 11/09 quase todos na América deram um passo acima nessa escala, longe da negação. A ovelha deu alguns passos em direção a aceitar e apreciar seus guerreiros, e os guerreiros começaram a levar o seu trabalho mais a sério. Não há problema em ser uma ovelha, mas não chute o cão pastor. Na verdade, o cão pastor pode apenas correr um pouco mais rápido, esforçar-se para proteger um pouco melhor e estar totalmente preparado para pagar um preço máximo em batalha e espírito, com as ovelhas se movendo de "Bee" para "Obrigado". O grau em que você subir nessa escala, longe das ovelhas de capuz e negação, é o grau em que você e seus entes queridos irão sobreviver, fisicamente e psicologicamente no seu momento da verdade.
Nós não pedimos por presentes ou liberdades além da nossa sorte. Nós só precisamos de um pequeno tapinha na cabeça, um sorriso e um agradecimento para encher o tanque emocional que é drenado protegendo as ovelhas. E quando o nosso número é chamado pelo Todo-Poderoso, e o dia retira-se para a noite, uma pequena oração ante os céus só pode ser para dizer obrigado por deixar você continuar a ser uma ovelha. E ser grato para os milhares, milhões de cães pastores americanos que permitem a você a liberdade de expressar idéias, mesmo ruins.





TOP