CTTE

AINDA SOBRE O EMPREGO DE ATIRADORES DE ELITE

AINDA SOBRE O EMPREGO DE ATIRADORES DE ELITE

AINDA SOBRE O EMPREGO DE ATIRADORES DE ELITE

 

Não entendo o porque tanta polêmica criada com a idéia defendida pelos Governadores eleitos pelo Rio, e SP, bem como pelo Ministro da Defesa, General Heleno. O ex Juiz Witzel foi bastante claro - "a lei é para ser interpretada". Abater criminosos que portam fuzil em via pública, ou que visivelmente se expõe e empregam este equipamento em ataque as progressões realizadas pelas policias, nos morros do Rio e São Paulo é claramente uma situação de legítima defesa de terceiros, previsto na legislação brasileira. Esta estratégia sempre foi usada internacionalmente em situações de confrontos urbanos no Afeganistão, Iraque, e outros países que se encontram em conflitos e apesar disso fazem menos vitimas do que no Brasil. Durante um confronto, um Sniper abater um criminoso que esta claramente oferecendo perigo, para a tropa que avança em sua direção, esta claro a legitima defesa de terceiro, bem como evitará maiores baixas entre as duas forças. Deixar de eliminar imediatamente esta ameaça iminente permitindo que ocorra o confronto, com certeza poderá resultar em um numero maior de vitimas, sejam do lado da lei, dos criminosos e até mesmo entre a população, com balas perdidas. Esta intervenção cirurgica é a melhor estratégia para evitar mortes desnecessárias em favor da diminuição da criminalidade. Com certeza os criminosos vão pensar duas vezes antes de empunhar um fuzil, para intimidar a população ou enfrentar as policias. INFELIZMENTE no Brasil até o combate a criminalidade é interpretado IDEOLOGICAMENTE e não da forma racional, tudo isso com a finalidade de preservar a vida do criminoso e não dando a mínima para os direitos dos homens de bem. Este pensamento esquerdista tem que acabar. A lei tem que ser cumprida, por todos e INTERPRETADA a favor de quem estiver do lado certo em defesa da sociedade.

Autor: Marcos Vinicius Souza de Souza - Especialista, PC/RS e fundador do CTTE.





TOP